Páginas

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Amigos presentes

Há pessoas que, mesmo que se passe um tempão ou que elas fiquem muito longe, são inesquecíveis e quando a reencontramos parece que as vimos poucos minutos atrás. Não interessa há quanto a conhecemos. São pessoas que deixam suas marcas em nossas vidas, pelo que fazem, pelo que pensam, pelo que representam ou simplesmente pela agradável presença. Sou um homem abençoado por ter muitas pessoas assim em minha vida, as quais não medem o que sinto por elas pelo tanto de vezes em que vou em suas casas ou pelas cartas ou telefonemas que faço (assim como eu também não as julgo por isso). São elas conhecidas de muitos anos, recentes, de trabalho, de escola, do bairro onde cresci, das andanças por aí, das navegações pela internet, dos contatos pelo MSN, enfim, não importa de onde, o que importa é o que sinto por elas e o que delas recebo em troca. Para essa ilustres figuras fiz o verso abaixo. Sintam-se homenageados com esse gesto simples. Abraços.


Amigos presentes

É engraçado como o tempo
Tão senhor do nosso destino
Pode se tornar tímido
Tão pequeno como um menino

Quando a gente pensa
Nas pessoas que gostamos
Podem passar as horas
Podem voar os anos

Ele parece não passar
Encontramos as pessoas
Falamos ao telefone
E surgem as lembranças boas

Sentimos como se nada
Tivesse passado ou acontecido
Como fossem segundos
O tempo de fato vivido

E assim é que é bom
Mesmo que distantes
Amigos a gente não esquece
Mesmo sem vê-los
Ou mesmo por perto tê-los
Sua presença é pressentida
E deles na vida nos servimos
São gelo no calor escaldante
E a lareira que nos aquece
A mão que nos procura
E o ombro quando pedimos

Manoel Gonçalves

10 comentários:

Ceila Santos disse...

adorei, manoel! amigo é tudo na vida... sem eles, não vamos a lugar nenhum!

Sueli disse...

adorei o poema! tá escrevendo cada vez melhor!!! parabéns! abs Sueli

Simone disse...

Que delícia de se ler! e pode ter certeza que você, com esse seu carisma também está deixando marcas boas na vida de muita gente!
abraços

Lucia Freitas disse...

Amigoooo
Lindo poema. Valeu por me colocar na lista... bj bj bj

Anônimo disse...

Que belíssimo meu amigo...é incrível como você consegue transportar para as palavras os seus sentimentos...é táo forte e leve (ao mesmo tempo), que a gente sente o que você diz...como uma brisa de puro carinho...
Quanto orgulho ter um amigo assim!!!
Mil beijos & ternuras!
Shirley Santos

Aline Silva Dexheimer disse...

Muito lindo...
Obrigada...muitos beijos,Aline

Sam disse...

Manoel, meu caro, veja como são as coisas. Eu devendo uma passada aqui para agradecer o poema que você me avisou pelo msn e o Giorgio, do nada, começa a falar: "mamãe, sabe aquela menininha pequena, Sofia, que o pai dela sabe fazer um robô de lixo? Eu queria encontrar com ela de novo"!
A amizade é uma semente resistente... nunca desiste de tentar brotar, mesmo quando a gente não cuida devidamente dela. Precisamos nos ver! Abraços nas meninas.
Sam

Olá, sou a Evellyn! disse...

Adorei!
Lindo poema, parabéns!
Abçs

tita coelho disse...

oi Manoel, sou "colega" no livro aberto e vim conhecer teu blog!
Adorei...as poesias impecáveis, gostei demais desse teu post, faa de amigos...muito legal!
beijos

Manoel Gonçalves disse...

Agradeço muito a todos os que deixaram comentário aqui. Como disse, aos que estão aqui perto ou aos que a distância deixou saudades, aos que falo todo o tempo ou aos que tenho uma conversa picotada em intervalos de dias, meses ou anos, seja quem for, ninguém passa pela minha vida sem que deixe uma pequena marca e sua valiosa contribuição.
Obrigado. Abraços.
Manogon