Páginas

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Ordem no Congresso


Meu, simplesmente muito boa essa ideia da Central de Outdoor. Reproduzo aqui a imagem que vi em algum blog (desculpem-me por não lembrar qual foi e não ter copiado o link para colocar aqui).
Pena que nossos ilustres congressistas continuam achando que somos o que está estilizado nessa bandeira e riem não nas nossas costas, mas escancaradamente na nossa frente, diante de câmeras fotográficas e de TV. Povo, população, necessidade, trabalho em prol da nação... o que é isso? E o rio, com suas águas turvas, continua a correr, encobrindo a lama pútrida que se acumula na entranhas do solo e que jamais serão içadas à luz dos transeuntes. Quem ainda não viu, aproveite para ver essa pérola do Congresso, que foi ao ar na segunda pela Band, no humor inteligente do CQC, postado no Blog do Tas. Dá pra entender um pouquinho porque se confia cada vez menos nos políticos, embora talvez achem alguns que realmente trabalham pra valer. Fala sério, né! Não saber o que é Enem e não conhecer o pessoal que tá lá todo dia. Seria pra rir se não fosse trágico!


Manoel

2 comentários:

Marco disse...

Passando para conhecer e já aproveitando para dar algumas gargalhadas. Ordem no congresso é um sonho para essa terra. o problema é que a gente acorda e percebe que não é tão simples assim realizar esse tal sonho. Grande abraço

teoriasimpossiveis disse...

Gostei do post carissimo...
Eu sempre visito os blogs, mas nem sempre comento carissimo. Ultimamente o silêncio se parece bem mais comigo.
Avisei aos mais próximos do meu novo blog porque senão ouviria aquelas famosas reclamações "fez um novo blog e nem pra avisar"...
Estou aproveitando também para poder atualizar minha lista de links. No Acqua tinha muitos desatualizados e eu não quis apenas mover pra lá os links. Então estou atualizando conforme os amigos vão chegando... rs
É isso.
Quanto ao #MJ - eu nunca fui fã dele, como eu mesma disse lá no T.I - pra mim era realmente apenas um homem comum e mesmo com talento acima da média, isso fez dele um homem a ser adorado, admirado e tudo mais, mas a que preço?
Bem carissimo, sigo pela paisagem e volto ao meu silêncio...

Ps. Estou com o tempo meio curto por isso ainda não falei absolutamente nada sobre o seu projeto. Mas não me esqueci dele.
Bjs
Lunna